AO VIVO
Menu
Busca quinta, 29 de julho de 2021
Busca
Florianópolis
16ºmax
min
Correios Celular - Mobile
TV

Em "Narciso em férias", Caetano Veloso relembra memórias de período preso

Documentário traz relatos emocionados do músico baiano

08 setembro 2020 - 08h57Por Jennifer Vargas

Um dos grandes nomes da música popular brasileira, Caetano Veloso acaba de ganhar um documentário sobre um período sombrio de sua vida: quando foi preso em dezembro de 1968, pelos militares. Intitulado de “Narciso em férias”, o filme foi exibido no 77º Festival de Veneza, na Itália, mas não concorrerá a premiações.

"Acordei algumas noites ouvindo gritos de pessoas sendo torturadas. Fiquei apavorado!", confidenciou, em trecho da produção.

No longa, dirigido por Renato Terra, Caetano faz uma revisita ao momento em que ele e Gilberto Gil foram retirados de suas casas, em São Paulo, e levados a uma prisão no Rio. Com relatos emocionados, o cantor baiano relembra oss 54 dias encarcerado.

"Eu tinha que comer ali no chão mesmo. Isso durou uma semana, mas pareceu uma eternidade. Eu comecei a achar que a vida era aquilo ali. Só aquilo. E que a lembrança do apartamento, dos shows, da vida lá fora era uma espécie de sonho que eu tinha tido. Me lembro muito de uma frase que o Rogério Duarte me disse logo que eu fui solto: 'Quando a gente é preso, é preso para sempre'. Acho que é assim mesmo."

O documentário com as memórias do artista de 78 anos também está disponível no Globoplay. Confira abaixo o trailer da produção: