AO VIVO
Menu
Busca quinta, 24 de junho de 2021
Busca
Florianópolis
22ºmax
16ºmin
Correios Celular - Mobile
Economia

Vendas de carros elétricos aumentam no país e Criciúma pode ter fábrica para construção de veículos

2021 promete ser um ano de boas vendas para o setor

10 junho 2021 - 11h04Por Priscila Carolina Dalagnol

A Associação Brasileira do Veículo Elétrico registrou 7.290 novos veículos emplacados só nos quatro primeiros meses deste ano. Alta de 29,4% na comparação com o mesmo período em 2020. A instituição também projeta a comercialização de 28 mil veículos eletrificados este ano. Se confirmada, será 42% de aumento em relação ao último ano.

Os veículos elétricos podem ser comerciais leves híbridos (HEV), híbridos plug-in (PHEV) e elétricos a bateria (BEV). Dentro dessas classificações se destacaram as vendas na tecnologia híbrida (53%), seguidas pelos PHEV (41%) e pelos 100% bateria (6%).

Diante desse cenário, Criciúma, no sul de Sana Catarina, pretende se tornar a capital do carro elétrico e poderá ter, em breve, uma fábrica destes veículos instalada na cidade. As negociações tiveram início no ano passado e avançaram após uma startup se interessar na consolidação da proposta. A região conta ainda com a parceria de uma universidade, que prevê a realização de cursos voltados à criação e manutenção do setor.

Em paralelo, a prefeitura do município já faz uso de veículos utilitários elétricos e adquiriu unidades para auxiliar servidores na fiscalização e manutenção de espaços públicos. O governo municipal também acompanha as negociações e integrou comitiva em visita recente à uma unidade já existente em São Paulo.

“Podemos transformar uma realidade, elevar a categoria da cidade e da região a outro nível. Por isso, foi fundamental conhecer de perto esse projeto e discutir as parcerias”, concluiu o diretor de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação da Prefeitura de Criciúma, Aldinei Potelecki.

“Temos a oportunidade de viabilizar uma linha de montagem em escala industrial, construindo o primeiro veículo elétrico brasileiro em Criciúma”, antecipou o engenheiro mecânico e diretor de operações da empresa interessada, Carlos Eduardo Monblanch da Motta.

Com informações da Prefeitura de Criciúma e da ABVE.