AO VIVO
Menu
Busca terça, 27 de julho de 2021
Busca
Florianópolis
20ºmax
13ºmin
Correios Celular - Mobile
Esporte

Após vitória em GP, Hamilton reforça protesto por jovem negra nas redes sociais

Piloto pediu prisão dos policiais envolvidos no caso

13 setembro 2020 - 18h00Por Jennifer Vargas

Mais engajado do que nunca, Lewis Hamilton tem usado de sua visibilidade para chamar atenção para os casos de racismo e violência policial em todo o mundo. Neste domingo (13), ao sair vitorioso do Grande Prêmio de Mugnello, ele voltou a se manifestar pelo caso de uma jovem negra assassinada nos Estados Unidos.

Além de ter subido ao pódio com uma camiseta escrita "Prendam os policiais que mataram Breonna Taylor", o piloto fez questão de fazer postagens em suas redes sociais.

"Já se foram 6 meses desde que Breonna Taylor foi assassinada por policiais, em sua própria casa. E a justiça não foi feita. Não vamos permanecer em silêncio", escreveu ele na legenda. Nas imagens, Hamilton aparece ao lado de dois membros da equipe, também com camisetas pretas e frases de protestos, escritas "Acabem com o racismo".

A jovem americana, de 26 anos, foi assassinada com oito tiros em março, em Kentucky, após policiais entrarem em sua casa e abrirem fogo. Sua morte causou revolta em todo o país e também provocou protestos do movimento "Black Lives Matter", grupo que age em defesa de vidas negras.