AO VIVO
Menu
Busca segunda, 18 de outubro de 2021
Busca
Florianópolis
20ºmax
15ºmin
Correios Celular - Mobile
Política

Luiz Fux assume hoje a presidência do STF

Magistrado de carreira desde 1983, posse será as 16h

10 setembro 2020 - 06h01Por Sandra Capomaccio

O Supremo Tribunal Federal (STF) será presidido pelo ministro Luiz Fux a partir desta quinta-feira (10). 

É uma tradição que o ministro com mais tempo de tribunal e que ainda não tenha ocupado o cargo seja eleito para presidir o STF. A ministra Rosa Weber será a vice-presidente do STF, cargo hoje ocupado por Fux. Além do Supremo, o ministro Fux vai comandar também o Conselho Nacional de Justiça.

Luiz Fux era ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) até 2011, quando tomou posse como membro do STF.  Magistrado de carreira desde 1983, o ministro foi responsável pela elaboração do Código de Processo Civil (CPC), aprovado pelo Congresso em 2015.

O presidente
Carioca, Luiz Fux se formou em Direito pela Universidade do Estado do Rio Janeiro (Uerj) em 1976. Advogou por dois anos e ingressou no Ministério Público em 1979, de onde saiu para integrar a magistratura, em 1983. Foi desembargador do Tribunal de Justiça fluminense e ministro do STJ (2001-2011).

Chegou ao STF por indicação da presidente Dilma Roussef, e tomou posse em março de 2011. É especialista em Direito Civil e atualmente ocupa a vice-presidência da corte. Antes, presidiu o Tribunal Superior Eleitoral, corte que integrou de 2014 a 2018. Dentre os feitos da carreira, coordenou a atualização e edição do Código de Processo Civil de 2015.

A vice-presidente
Gaúcha de Porto Alegre, Rosa Weber é formada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) em 1971. Foi inspetora do Ministério Público do Trabalho e integrou a magistratura como juíza do Trabalho (1976-1991), depois passando a desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (1991-2006) e ministra do Tribunal Superior do Trabalho (2006-2011).

Chegou ao Supremo por indicação de Dilma Rousseff e tomou posse em dezembro de 2011. Recentemente, encerrou biênio como presidente do Tribunal Superior Eleitoral. É especialista em processo do Trabalho.